Um dos maiores males da modernidade está em jogar a responsabilidade das crianças para a escola. Certamente que a escola é fundamental para o desenvolvimento infantil, porém, os pais detêm uma proporção significativa também a cumprir na formação da criança e isso é impostergável e inegável. O fato é que, diferente da escola, os pais têm uma posição privilegiada em relação a formação da criança por vários motivos.

Primeiro: ninguém conhece tão bem a criança quanto seus pais. Além disso, as crianças tendem a confiar nos pais mais do que em outros adultos, o que torna o processo de ensino e aprendizagem muito facilitado. Não obstante, uma série de estudos corroborou que o contato dos pais com a criança tende a elevar de forma positiva uma série de indicadores na vida adulta, como a capacidade de ler e escrever, a criatividade, etc. Nesse ponto, não há porque relegar a tarefa da alfabetização apenas para escola, vide que os pais também podem ser atuantes nesse processo.

9 vantagens de usar iPad

Leia para seus filhos

A alfabetização demanda que o indivíduo já tenha adquirido um arcabouço de palavras, significados e saiba também sua forma correta de dicção. O ato de ler para os filhos ou ler com eles é estimulante, pois oferece a criança além de diversão, uma maior riqueza de vocabulário e também compreensão sobre as singularidades gramaticais.

Claro que tudo dependerá da idade e da capacidade das crianças. Para as mais novas, ainda não iniciada no “mundinho das letras”, você pode ler histórias como contos de fadas, fábulas.

Agora para os mais crescidinhos, que já estão arriscando as primeiras leituras, você pode proporcionar uma experiência especial lendo junto com ele. Isso dará ao seu filho maior confiança para executar as leituras e também compreensão sobre a forma correta de grafia e pronúncia de palavras e termos.

Bilhetinhos especiais

Escrever e ler é um aprendizado que como tal demanda esforço cognitivo. Todo esforço cognitivo por sua vez é diminuído em situações emocionalmente agradáveis, por conta disso, busque fazer com que seu filho associe a leitura e a escrita com momentos positivos. Um truque bacana é incentivar seu filho a escrever bilhetinhos ou cartas para você. O motivo pode ser simples, vocês podem combinar, por exemplo, que a criança pode decidir duas vezes por semana o cardápio do almoço, mas para isso, ela precisa descrever tudo em um bilhete.

As associações no dia a dia

As crianças aprendem de formas diferentes, mas todas elas buscam identificar símbolos e dar significados ao mesmo. Uma boa forma de introduzir as crianças no mundo das letras é trabalhar com a desconstrução de “símbolos” que elas já conhecem, como marcas de doces e brinquedos famosos que elas conhecem. Você parte do símbolo maior e vai explicando o que é e como se pronuncia separadamente cada silaba e vogal.

Saiba corrigir, mas saiba antes de tudo elogiar

Às vezes queremos que nossos filhos sejam perfeitos, e isso é natural. E corrigir é preciso, não há dúvida, mas para tudo na vida, é preciso dosar a mão. Nesse caso, tente elogiar mais em vez de repreender, do ponto de vista cognitivo o elogio é um reforço que funciona de forma muito mais eficiente do que estímulos negativos como a repreensão de possíveis erros.